Blog Outcenter

A Evolução dos APPs

Conversamos com Reinaldo Lima, gerente de tecnologia da Outcenter, sobre a trajetória dos aplicativos para smartphone, desde a criação até as novas tendências para esse mercado
| 4 Comentários
A Evolução dos APPs

Desde o surgimento da internet, a maioria das inovações tecnológicas tem se pautado e utilizado a rede para facilitar e potencializar o acesso pelos consumidores. Atualmente, a tecnologia busca criar o indispensável! A partir do momento em que o telefone celular entrou no mercado, por volta de 1970, agregou funcionalidades e inovações ano a ano.  Logo, os celulares comuns deram lugar aos smartphones (telefones inteligentes). Esses aparelhos entraram no mercado em 2007 pela Apple e em 2008 pelo Google e, desde então, estão em constante aperfeiçoamento. O grande impacto nessa evolução foi a quantidade de ferramentas que esses aparelhos passaram a oferecer ao consumidor, alçando um local de quase “indispensabilidade” no dia a dia do ser humano. E essa enorme gama de funções dos celulares só é possível, principalmente, pela intensidade de lançamentos e atualizações de aplicativos para esses eletrônicos.

Para entender um pouco mais sobre esse assunto, conversamos com Reinaldo Lima, gerente de tecnologia da Outcenter, sobre como se deu essa evolução dos apps e o que podemos esperar de novidades nesse mercado. Confira a seguir:

1) Por qual razão e em que cenário os aplicativos para celular foram lançados e popularizados?

A evolução dos aplicativos para celular se deu simultaneamente com o boom dos smartphones no mercado de tecnologia. Podemos avaliar esse processo a partir de 2 (dois) marcos: o lançamento dos primeiros aparelhos com a tecnologia touch screen e o lançamento, em 2007, do primeiro iPhone, da Apple. Foi muito impactante para o consumidor o surgimento de um aparelho celular com apenas um botão. Essa novidade causou no mercado de tecnologia uma grande reação: o Google comprou o sistema operacional Android e passou a investir muito nos smartphones. Com isso, os apps começaram a nascer.

A popularização dos aplicativos se deu devido à uma infinidade de possibilidades de auxílio na resolução de atividades diárias que estes trouxeram, funcionando como facilitadores em tarefas e no aumento da produtividade, como por exemplo:

– acesso ao banco: os bancos foram os primeiros a investir na tecnologia dos smartphones e deram início a uma onda de aplicativos mobile desenvolvidos para potencializar o tempo do consumidor. Com o uso de apps, ficou mais prático organizar finanças (pagamento de contas, transferências, acesso a saldos e extratos, etc) sem a necessidade de deslocamento até uma agência bancária;

– comunicação facilitada: os apps de mensagem instantânea aliaram a interação dinâmica com a diminuição de custos e falta de fluidez da comunicação via SMS. A grande sacada do WhatsApp, por exemplo, foi unir todas as funções de diversas ferramentas de comunicação (ICQ, MSN, chat do Orkut, Messenger) em um aplicativo multiplataforma de mensagens instantâneas e chamadas de voz. Além de mensagens de texto, os usuários podem enviar imagens, vídeos e documentos em PDF, além de fazer ligações grátis por meio de uma conexão com a internet;

– melhoria da internet móvel: a evolução dos apps só foi possível graças a melhoria dos serviços de internet móvel oferecido pelas empresas de telefonia. Consequentemente, a contratação de planos móveis impulsionou o crescimento do mercado de Telecom no país;

– relacionamento: a necessidade de relacionar-se que o ser humano possui foi crucial para a evolução dos aplicativos.

2) Quando e por que as empresas passaram a investir tanto nos Apps?

As empresas pioneiras no desenvolvimento de aplicativos empresariais foram os bancos, com o internet banking. Logo, empresas de outros segmentos perceberam uma relação “ganha-ganha”: diminuição de custos e acesso dinâmico ao serviço buscado com o autoatendimento nos apps, por exemplo. As empresas de Telecom rapidamente seguiram a linha dos bancos de implantação de back office dentro dos setores de atendimento, facilitando a realização de serviços dentro dos apps.

Não demorou muito para que empresas de todas as vertentes detectassem chances dentro do mercado tradicional como, por exemplo, dentro do segmento de transporte (táxi x Uber) e da hospedagem (hotéis x Airbnb). A grande sacada para o hype desses serviços foi a conexão peer-to-peer: pessoa que tem interesse + pessoa que tem disponibilidade.

3) Qual a sua aposta com relação a evolução dos Apps?

Os aplicativos estão longe de acabar, a menos que descubram como substituir todas as funções que eles desempenham na nossa vida atual. Eu enxergo que presenciaremos a sobrevivência dos apps mobile essenciais dentro de uma plataforma única: os SuperApps. São aplicativos que unem várias funcionalidades, tais como: canais de comunicação e relacionamento, pagamento de contas e organização de finanças, entrega de comida online, transporte privado, navegadores de busca e compras. Tudo isso em apenas um app, trazendo praticidade e preservação do consumo de recursos do aparelho móvel.

4) Como um dos idealizadores e criadores do app “Minha Outcenter”, conte-nos o que motivou o desenvolvimento do mesmo e como podemos utilizar todo o seu potencial?

O aplicativo “Minha Outcenter” surgiu para atender necessidades básicas de atendimento do cliente, como tornar a Área do Assinante (antes acessível apenas pelo site) mais prática e de fácil acesso. Lá é possível gerar 2ª via de boletos, participar de campanhas e promoções (como o Boleto Verde, por exemplo) e solicitar atendimento. Já existe um projeto de desenvolvimento de uma nova versão do aplicativo “Minhas Outcenter”.  Será ainda mais interativo e os clientes poderão ter acesso a uma série de outros serviços. (Saiba como baixar o “Minha Outcenter” aqui).

 

Agradecemos ao profissional Reinaldo Lima por nos deixar ainda mais informados sobre um dos mercados que mais cresce globalmente e dentro do nosso país. Hoje, segundo a Revista Valor, somos o quarto maior mercado consumidor de smartphones e o segundo país que mais instala aplicativos na Google Play (loja de aplicativos do sistema Android).

Outcenter | + posts

Publicitário por formação, escritor por vocação. Apaixonado por
boas histórias, estejam elas em livros, filmes, fotografias, séries,
músicas ou as que um amigo tem pra contar.

4 Comentários em "A Evolução dos APPs"

  1. Thais disse:

    Adorei o conteúdo!!!

  2. Aitana disse:

    Muito legal! Parabéns a toda equipe!

Entre em contato e tire suas dúvidas. Se preferir, ligamos para você! Ligue para mim

0800 283 3729 - Ligação Gratuita
4020 0865 - Ligação Tarifada (Custo de Ligação Local)

Comercial

Segunda a Sexta-feira, das 8h às 21h.
Sábado, das 9h às 14h.


Assuntos Financeiros, Negociação e Cancelamento

Segunda a Sexta-feira, das 8h às 18h.


Status de Pedido

Segunda a Sexta-feira, das 8h às 18h.
Sábado, das 8h às 21h.


Suporte Técnico

Atendimento 24h.

Atendimento Digital

Comercial

Segunda a Sexta-feira, das 8h às 21h.
Sábado, das 9h às 14h.


Outros Assuntos- Ass. Financeiros, Negociação e Status do Pedido

Segunda a Sexta-feira, das 8h às 21h.
Sábado, das 8h às 12h.


Suporte Técnico

Segunda à Sexta-feira, das 8h às 22h.
Sábado, das 8h30 às 18h.

Example Dialog Text